Como abrir uma subsidiária nos EUA e obter residência permanente

Como abrir uma subsidiária nos EUA e obter residência permanente

 

Não é de admirar que o Sonho Americano tenha sido um poderoso impulsionador de negócios para muitas pessoas em todo o mundo. Os Estados Unidos estão abertos a cidadãos estrangeiros, proprietários de negócios estrangeiros que gostariam de expandir seus negócios para os EUA.

A abertura de uma subsidiária nos Estados Unidos exige uma investigação do mercado dos Estados Unidos na área onde a empresa será estabelecida. Construir um negócio do zero envolve muitos aspectos legais, incluindo decidir sobre o tipo de corporação que melhor se adapta ao tipo de negócio. Cada estado dos EUA tem requisitos diferentes para a formação de uma corporação. Os condados individuais também têm um processo de licenciamento que depende do tipo de negócio, se vende produtos ou presta serviços.

Vistos L

VISTO L

 

Os vistos L são para pessoas que desejam trabalhar nos Estados Unidos e residir aqui temporariamente, mas que podem desejar solicitar residência permanente no futuro. Este tipo de visto é considerado de dupla intenção, o que significa que começa como visto de não imigrante, mas pode levar à residência permanente.

O visto L1 permite que empresas no exterior transfiram um executivo, gerente ou funcionário essencial para trabalhar na subsidiária nos Estados Unidos.

O USCIS (United States Citizenship and Immigration Services) tem critérios de elegibilidade para o funcionário ser transferido para os EUA. O funcionário deve ter trabalhado para a mesma empresa no exterior por pelo menos um ano nos últimos três anos.

Este visto tem muitos benefícios. Um dos benefícios do visto L1 é que não há taxa ou limitação no número de vistos emitidos por ano. Outras categorias de visto, como a categoria de visto H1B, têm uma taxa por ano, e a lei só pode conceder uma quantia limitada a cada ano. Por exemplo, cidadãos indianos e chineses podem vir para os EUA com a categoria de visto L1 e não podem vir com os vistos E1 e E2. Os vistos E1 e E2 são limitados apenas a certas nacionalidades com tratados com os EUA.

Outro benefício é que o visto L1 não reque Certificação de Trabalho e o processo de aplicação é rápido, pois o processamento premium está disponível para este visto. A taxa de processamento premium é de US $2.500, mas o USCIS responderá em 30 dias com uma decisão.

Classificação L-1A

Os vistos L-1A estão disponíveis para funcionários da empresa transferidos da mesma empresa no exterior para a subsidiária ou afiliada nos EUA. O candidato deve estar empregado no exterior e vir trabalhar na subsidiária dos EUA. O visto L1A é para executivos e gerentes em transferência para os Estados Unidos. Esse visto tem duração de até sete anos.

Período de Estadia

Os funcionários da L1A que entrarem nos Estados Unidos para estabelecer um novo negócio terão permissão para uma estadia inicial máxima de um ano. Se a empresa já estiver constituída, a permanência inicial máxima será de três anos. Os pedidos de extensões podem ser concedidos em incrementos de dois anos até que o empregado atinja o máximo de sete anos.

Classificação L-1B

Os vistos L-1B estão disponíveis para funcionários dentro da mesma empresa transferidos dentro da mesma empresa no exterior para a subsidiária ou afiliada nos EUA. O candidato deve estar empregado no exterior em uma posição que requeira conhecimento especializado e foi transferido para os EUA para trabalhar em uma posição que requer esse conhecimento especializado.

Período de Estadia

Os funcionários com visto L1B que entrarem nos Estados Unidos para estabelecer um novo negócio terão uma estadia inicial máxima de um ano. Se a empresa já estiver constituída, a permanência inicial máxima será de três anos. Os pedidos de extensões da estada podem ser concedidos em incrementos de dois anos até que o empregado atinja o máximo de cinco anos.

Família do trabalhador L1

A família do funcionário L1 transferido pode estar acompanhada pelo cônjuge e filhos solteiros menores de 21 anos. A família pode se inscrever para a classificação de não imigrante L2 e chegar junto com o funcionário L1 ou chegar em uma data posterior.

ElegibilidadeElegibilidade

O processo de pedido de visto L-1A é um empreendimento complexo. Tanto o empregador quanto o candidato devem enviar um pacote de inscrição ao Centro de Serviços do USCIS com jurisdição sobre sua residência.

As principais partes da petição incluem:

  1. Formulário I-129 do USCIS e seu suplemento;
  2. Evidência de propriedade de empresas nos Estados Unidos;
  3. Prova de propriedade da empresa no exterior;
  4. Provas das qualificações do funcionário (anos de experiência) e uma explicação detalhada das funções na empresa norte-americana;
  5. A empresa americana deve ter um local físico;
  6. O negócio deve ser validado através do programa VIBE – instrumento de validação para empresas comerciais.

A petição deve incluir documentação, como declarações de impostos e demonstrações financeiras da empresa estrangeira e da empresa norte-americana. Isso é necessário para atender aos requisitos relacionados à capacidade de obtenção de receita e patrimônio líquido. Além disso, o colaborador deve apresentar o curriculum vitae e recibos de remuneração que comprovem o vínculo empregatício com a empresa no exterior, para comprovar experiência gerencial ou conhecimento especializado.

Depois de ter apresentado a petição L1A

O que acontece depois de preencher a petição de visto L1? Bem, é hora de esperar enquanto o USCIS processa a petição e depois a aprova ou nega. O tempo de processamento padrão pode ser de até 7 meses; no entanto, os empregadores têm a capacidade de pagar por processamento premium que fornece uma resposta mais rápida. O processo premium é uma ótima maneira de fazer o funcionário trabalhar o mais rápido possível, gerenciando e desenvolvendo o negócio.

Alterar o visto L1A para Green Card

Se o empregador desejar continuar patrocinando o empregado, após o empregado ter trabalhado para a subsidiária ou afiliada por um ano no cargo de gerente ou executivo, o empregador pode solicitar ao empregado a residência permanente. Esta categoria é chamada EB1C. Um dos benefícios mais importantes de se candidatar a residência permanente por meio desse processo é que o Certificado de Trabalho PERM não é necessário. Como resultado, os empregadores podem patrocinar o funcionário mais facilmente e com menos requisitos do que outras categorias de vistos de trabalho.

Requisitos para se candidatar a Residência Permanente

Alguns dos requisitos para solicitar residência permanente para o titular do visto L1A incluem:

  1. A entidade dos EUA deve estar aberta por pelo menos um ano;
  2. O funcionário / candidato deve estar na posição de gerente ou executivo;
  3. O empregador deve ter uma oferta de trabalho para o gerente ou executivo;
  4. O visto para a categoria EB1 para o país específico deve estar disponível (consulte o Boletim de Vistos dos EUA mais atualizado).

Como o portador do visto L-1A está trabalhando nos EUA, a melhor opção para solicitar residência permanente é ajustar o status para um green card enviando o pacote do Formulário I-485 ao USCIS. Caso contrário, o funcionário pode optar por solicitar processamento consular se estiver fora dos Estados Unidos. Nesse caso, o funcionário e seus familiares serão entrevistados na Embaixada dos Estados Unidos mais próxima de sua residência no exterior.

Para solicitar o ajuste de status nos EUA, a empresa deve enviar um pacote de Formulário I-140 junto com o pacote de Formulário I-485 do funcionário. O pacote final deve incluir evidência de conformidade com todos os requisitos legais para se qualificar para residência permanente. Este processo também permite o processamento premium.

Se o funcionário veio para os EUA com um visto L1B como funcionário essencial, o empregador deverá enviar o processo de Certificação de Trabalho PERM ao Departamento de Trabalho dos EUA. Se o Departamento de Trabalho certificar o PERM, o empregador pode enviar ao USCIS os pacotes com o Form I-140 Immigrant Petition e Form I-485 que incluem a Certificação de Trabalho.

Nota Final

Nota Final

O visto L1 é para gerentes, executivos e profissionais com conhecimento especializado que vêm trabalhar nos Estados Unidos pelo tempo especificado no visto. No entanto, este visto permite que o funcionário mude para uma residência permanente se o empregador continuar a precisar dos serviços do funcionário administrativo.

As leis de imigração dos Estados Unidos são complexas. Portanto, os estrangeiros devem garantir que qualquer pedido de benefícios de imigração seja apresentado de acordo com os requisitos legais. Nossos advogados de imigração estão disponíveis para representá-lo em seu processo de imigração. Você pode entrar em contato conosco hoje para obter nossa ajuda. Ligue para +1 (407) 818-1244.

Leave a comment

Terra Immigration Partners - Immigration lawyers in Orlando, Florida
Terra Immigration Partners - Immigration Lawyers In Orlando, Florida

Newsletter

Get latest updates and offers.

Copyright © 2021 Terra Immigration Partners Privacy Policy